Ferramenta de pesquisa

Qualquer dispositivo MicroPort CRM que não esteja disponível para seleção não é compatível com exame de MRI.
Departamento de radiologia

MRI Workflow

Passo 1.

O doente é visto pelo cardiologista.

  • O cardiologista certifica-se de que o doente é elegível para um exame de MRI e ajusta as definições respetivas do dispositivo

 

Passo 2.

Verifique o formulário de aprovação de MRI.

  • Peça ao doente que lhe forneça o formulário de aprovação de MRI que recebeu do respetivo cardiologista. Antes do doente ser submetido ao exame de MRI, será necessário assegurar o cumprimento das condições adequadas para o exame indicadas no formulário.

Se o doente não tiver consigo o formulário do exame, será necessário contactar o cardiologista, bem como verificar as condições do exame.

Para dispositivos programados em modo AutoMRI, o dispositivo muda automaticamente para as definições iniciais 5 minutos depois do doente sair do scanner de MRI. Não há necessidade de reprogramar o dispositivo; o doente pode ter alta.

Passo 3.

Seguimento pós-exame.

  • Para dispositivos programados no Modo de MRI manual, o dispositivo permanece em modo de MRI assíncrono até ao fim do período de monitorização e com as terapias essenciais desativadas (ATP + choques). Recomenda-se a desativação manual do modo de MRI pouco depois do exame de MRI. Neste caso é necessário um seguimento pós-exame do doente.